SEGUNDA FEIRA, 20 DE MAIO DE 2019
Plantão
Destaques

Brasil tem 42 milhões de carecas

Publicado dia 12/03/2019 às 13h45min
Procura por procedimento aumentou em jovens com idade entre 20 e 30 anos

Segundo dados da Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC), no País, 42 milhões de brasileiros têm calvície. O número ´é considerado tão expressivo, que os "carecas" ganharam um dia só deles. Em 14 de março é celebrado o Dia dos Carecas. Contudo, as pesquisas mostram que a maioria deles não se mostra muito satisfeito com a condição e fazem crescer as estatísticas de procura por procedimentos como o transplante capilar.

Conforme dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a calvície atinge metade dos homens até os 50 anos. De acordo com o cirurgião plástico Fábio Zamprogno, membro das Sociedades Brasileiras de Cirurgia Plástica (SBCP) e de Cirurgia e Restauração Capilar (CBCRC), o transplante capilar representa 30% dos atendimentos realizados em sua clínica.

“Ao longo dos anos, a procura tem aumentado muito provavelmente por conta da mudança de hábitos. Atualmente, os homens têm uma vida mais estressante e isso contribui para os casos de calvície. Além disso, percebo uma mudança no perfil de quem procura por essa cirurgia. Há 20 anos, apenas pacientes com mais de 40 anos demonstravam interesse. Hoje em dia, atendo muitos jovens de 20 a 30 anos. Muitas vezes o problema também está relacionado ao uso de anabolizantes”, afirmou Fabio, que foi pioneiro no procedimento no Espírito Santo.

 

Foto: Divulgação 

Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fios são retirados da nuca e implantados na parte superior. 

No transplante capilar, os fios da região da nuca são retirados e colocados em áreas sem cabelo com microlâminas, agulhas ou outros materiais a fim de proporcionar um crescimento natural. “Utilizamos os cabelos dessa área porque, geralmente, são mais grossos e fortes. Além disso, eles não possuem o gene da calvície, ou seja, não caem”, explica o médico.

Transplante Capilar- o procedimento 

O transplante capilar pode ser realizado a partir de dois métodos: o FUT e o FUE. No FUT (Follicular Unit Transplantation), uma faixa é retirada e depois suturada linearmente. Os folículos são separados em microscópio ou lupa e, posteriormente, colocados na região calva. No FUE (Follicular Unit Extraction), os folículos são removidos aleatoriamente da cabeça por meio de uma pequena “broca” com um orifício no centro. Essa remoção pode ser feita manualmente ou por um sistema motorizado. Logo após, eles são implantados nas áreas sem cabelo.

“As vantagens da FUT são a maior quantidade de folículos retirados em cada sessão, a não necessidade de raspar o cabelo na área doadora, o tempo cirúrgico reduzido, o menor custo e a possibilidade de uso da técnica em qualquer tipo de cabelo”, ressalta o cirurgião plástico.

Fonte: por Folha Vitória - https://noticias.r7.com/cidades/folha-vitoria/brasil-tem-42-milhoes-de-carecas-e-grande-procura-por-transplante-capilar-12032019