Brasileiros ficaram ‘cansados’ das medidas de restrição ao coronavírus, aponta relatório de Oxford

Brasileiros ficaram ‘cansados’ das medidas de restrição ao coronavírus, aponta relatório de Oxford

Um relatório da Universidade de Oxford, no Reino Unido, aponta que os brasileiros mostraram uma “fadiga” com as medidas de contenção ao novo coronavírus (Sars-CoV-2) com o passar dos meses da pandemia.

No documento, publicado na terça-feira (24), os cientistas alertam que, no nível estadual e municipal, as políticas contra a Covid-19 permanecem eficazes, mas todas as regiões do Brasil ainda correm risco alto com a reabertura de atividades.

O relatório marca a estreia de uma ferramenta de dados (https://www.bsg.ox.ac.uk/research/research-projects/brazils-covid-19-policy-response) que a partir de agora vai ajudar a saber se as medidas de combate à Covid-19 aqui no Brasil estão sendo eficazes. A ferramenta foi criada por pesquisadores da universidade de oxford em parceria com cientistas de universidades brasileiras.

Considerando dados de diversas bases – sobre mobilidade, testagem, número de casos e medidas de restrição – os cientistas perceberam que as pessoas passaram a sair mais de casa entre março e setembro (dados mais recentes disponíveis).

“Por um lado, as medidas são efetivas no sentido que a gente vê uma mudança no comportamento das pessoas com base nesses índices [de mobilidade]. Uma análise estatística de deslocamento mostra que sim, teve um impacto – mas, de uma forma muito preocupante, esse impacto diminui ao longo do tempo. As pessoas foram ficando cansadas de alguma forma”, explica Beatriz Kira, pesquisadora brasileira em Oxfrod e uma das autoras do relatório.

Usando dados de mobilidade, eles perceberam que, por exemplo, enquanto os índices de pessoas ficando em casa chegou a índices de 50% em abril, em setembro esse percentual passou a ficar abaixo de 40%.

FONTE: G1.COM

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: