Grupos indígenas derrubam estátua de colonizador na Colômbia

Grupos indígenas derrubam estátua de colonizador na Colômbia

Grupos indígenas da comunidade Misak, da Colômbia, derrubaram uma estátua equestre de um colonizador espanhol, Sebastián de Belalcázar, no estado de Cauca na quarta-feira (16).

Eles amarraram cordas, puxaram e derrubaram o monumento. Os manifestantes protestavam contra a violência na região.

Sebastián de Belalcázar foi o fundador de Quito, no Equador, em 1534. Ele era da cidade espanhola de Córdoba.

O Movimento de Autoridades Indígenas do Sudoeste da Colômbia (Aso) argumentou que Belalcázar cometeu crimes como genocídio e expropriação de terras de povos que habitavam a região.

Segundo a AISO, essas denúncias se baseiam em crônicas, relatos históricos, e arquivos, entre outras fontes que vão desde textos acadêmicos a “histórias confiáveis da tradição oral de nossos povos ancestrais “.

A prefeitura da cidade de Popayán, onde houve o incidente, afirmou que a estátua foi erguida em 1937, para comemorar os 400 anos da fundação da cidade. O prefeito afirmou que ela será reconstruída.

FONTE: G1.COM

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: